Topo
 

Gergelim: saiba quais os benefícios da semente para a saúde

gergelim

Gergelim: saiba quais os benefícios da semente para a saúde

Nutritiva, famosa e bastante benéfica para a saúde, o gergelim perece mais atenção. Isto porque ainda têm quem só conheça a semente dos pães de hambúrguer. Porém, o gergelim possui vantagens nutricionais enormes

Neste artigo, falaremos sobre as vantagens de manter o gergelim em sua dieta. Além disto, daremos dicas de como preparar a semente.

Sobre o gergelim

Consumido desde a antiguidade, a semente de gergelim ganhou bastante popularidade nos últimos anos. Mas não por seus benefícios nutricionais.

Ela se tornou popular, justamente, com os hambúrgueres. Alimentos que vão de encontro contra qualquer dieta balanceada.

Porém, a semente vai além de enfeite de pão.

Rica em ferro, cálcio, complexo B, magnésio e outros nutrientes, o gergelim é uma pequena fonte de vantagens enormes ao corpo humano.

Benefícios do gergelim

As ações benéficas que a semente pode trazer ao corpo humano são enormes. Listamos, aqui, algumas das principais:

Doenças cardiovasculares

O gergelim contém boas quantidades de HDL (colesterol bom). Além disto, possui fitoesterois, que agem no combate ao LDL (colesterol ruim) no sangue.

A junção destes dois fatores resulta em um combate intenso às doenças cardiovasculares.

Anemia

A presença do ferro na semente ajuda a enfrentar a anemia. Isto porque o ferro é um dos nutrientes que ajudam a direcionar oxigênio ao sangue.

Anti-inflamatório

Para quem pratica exercícios físicos, como corrida ou muay thai, o gergelim é importantíssimo.

A semente possui agentes anti-inflamatórios. Estes atuam diretamente na recomposição muscular pós-treino. O que diminui as dores ocasionadas pelo desgaste dos músculos durante as atividades físicas.

Fortalecimento

Ainda falando sobre atividades físicas, o gergelim possui mais vantagens do que parece.

O cálcio, presente no alimento, é essencial no fortalecimento ósseo. Já o cobre age na resistência e elasticidade dos vasos sanguíneos e das articulações.

Envelhecimento precoce

Para os mais vaidosos, esse benefício é maravilhoso.

A junção de cálcio, fósforo e magnésio é extremamente benéfica para a estética. Além de fortalecerem a raiz dos cabelos, trabalham escurecendo os fios.

Além de evitar a queda de cabelo, a semente previne contra o embranquecimento dos fios.

Emagrecimento

O gergelim é um dos auxiliadores no bom regulamento do intestino.

As fibras presentes no alimento diminuem a prisão de ventre e hemorroidas. Além disto, sua casca demora mais tempo para ser digerida pelo organismo. Isto oferece uma maior sensação de saciedade.

O cálcio volta a ganhar destaque neste ponto. Isto porque, sua ação auxilia a quebra de gordura e libera ácidos graxos que diminuem as inflamações na parede intestinal. O que promove uma melhor absorção de nutrientes e diminui a gordura abdominal.

Pele

Entre outros nutrientes, o zinco se faz presente na semente de gergelim. Ele age diretamente na produção de colágeno. O que impede a flacidez da pele.

Além disto, os antioxidantes presentes no alimento evitam o envelhecimento precoce.

Dentes

O óleo de gergelim é bastante interessante para a saúde bucal.

Sua ação do organismo cria placas bacterianas na dentição. O que impede a propagação das cáries, tártaro e mau hálito. E, mais ainda: o fósforo deixa os dentes mais fortes mais fortes.

Calmante natural

Anda bastante cansado e estressado? Talvez a resposta para estes problemas esteja no gergelim.

A semente possui dois componentes importantes: tripofano e tiamina. Os dois agem diretamente na produção de serotonina, hormônio responsável pela sensação de bem-estar.

Já os, já citados, cálcio e magnésio, são essenciais no combate aos sintomas da ansiedade.

Diabetes e hipertensão

E, por último – mas não menos importante – o combate à diabetes e hipertensão.

A semente ajuda na regulação dos níveis de glicose no sangue. Além disto, o diabetes mostrou força na regulação da pressão arterial.

Os resultados são fruto de uma pesquisa publicada pelo Journal of Medical Food. Você pode acompanhar clicando no link ao lado (o material está em inglês).

Como consumir

A melhor opção é não torrar a semente. Isto evita que muitos dos nutrientes se percam.

Saladas, sucos, molhos e uma infinidade de receitas combinam bastante com o gergelim. O tahine (pasta de gergelim) também pode ser consumido. E, melhor ainda: mantém todos os nutrientes da semente.

Contraindicações

Não consuma o gergelim em excesso!

Os benefícios da semente, assim como vimos, são bastante atrativos. Porém, é preciso dosar a quantidade ideal.

Grandes quantidades de fibras podem causar dores no intestino e ganho de peso. E, nas mulheres, mal-estar na região do cólon do útero.

Além disto, níveis elevados de ácido graxo podem causar irritações intestinais.

O ideal é que o consumo diário não ultrapasse uma colher de sopa diária.


E então, gostou dos benefícios que o gergelim oferece a saúde? Já os conhecia? Deixe nos comentários o que achou das nossas dicas!

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Siga nossas Redes Sociais

E acompanhe todas as novidades!